Está aqui

Luís Paixão Martins

Luís Paixão Martins

Miguel Carvalho acha que a “Visão” é a tasca da esquina

Quando se fazem perguntas aos alvos da “investigação jornalística” e se omitem as respostas para não estragar o cozinhado. 

Uma "Visão" com falta de vista

É preciso avisar a revista que as autarquias, as campanhas e os partidos são maus pagadores e que isso provoca enormes dificuldades aos prestadores de serviços de capital intensivo. 

Quer ganhar mais? Escreva melhor / INFOGRAFIA

Estudo demonstra que as pessoas com melhor qualidade de escrita são mais apreciadas nos seus trabalhos e valorizadas nos salários. 

O que leva um candidato a atacar a instituição a que se candidata?

À procura da racionalidade perante a estratégia de um dos participantes no debate de ontem na RTP

A contribuição de Passos Coelho para a legimitização do lóbingue

Um despacho do Ministério Público reconhece a actividade como legítima e contrapõe-na ao tráfico de influências.

A política faz mal às consultoras de comunicação?

A comunicação política, à falta de aconselhamento independente, profissional e exterior às organizações, ficará ainda mais afastada dos cidadãos e dos seus interesses.

O médium é a mensagem mas o que conta é o produto?

Os consumidores de informação parecem estar-se nas tintas para a origem das notícias e os métodos seguidos pelos jornalistas. 

Uma pequena lição prática de “media training”

As prestações de António Costa na TV mostram como é específica a preparação de um debate eleitoral. 

O lóbingue com outro nome?

O New York Times confirma que uma nova tendência da disciplina de “Public Affairs” é financiar os “think tanks”.

Jornalistas, consultores de comunicação e o vil metal

Aí está mais um estudo norte-americano que compara jornalistas com consultores de comunicação. Neste caso, fá-lo em função dos respectivos vencimentos. E em Portugal?

Páginas